Alexsom

Alexsom

GLASTONBURY 2017

CALENDAR JAZZ

MONTREUX ACADEMY 2017

Colour Me Free! - Joss Stone

Amy Winehouse Foundation

PLAYING FOR CHANGE

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Pessoas gostam de Adele porque ela "desnudou sua alma liricamente", diz produtor Rick Rubin

Nekesa Mumbi Moody
Da AP, em Nova York
Sean Gallup/Getty Images
A cantora Adele no tapete vermelho do Echo Awards 2011 no Palais am Funkturm em Berlim (24/3/2011)
Até o momento, o disco "21", de Adele, é o o mais vendido do ano, com um total de mais de 2,5 milhões de cópias. Rick Rubin, que produziu várias faixas do álbum, diz que consegue entender porque o trabalho agradou a tanta gente, apesar de não imaginar que isso fosse acontecer.

"Ela não carrega nenhuma bagagem que as estrelas pop atualmente carregam, preza pela música, sua voz e suas letras, desnudando sua alma com o que diz. Diria que o que ela faz é arte, e em nenhum momento parece ser um produto", disse Rubin em entrevista recente. "Muito da música pop hoje em dia parece um produto".
 
A cantora britânica já havia ganhado Grammys por "19", seu álbum de estreia, mas foi catapultada à fama com o sucesso de "21" e hits como "Rolling in the Deep". Um relatório lançado pela Nielsen SoundScan no começo desta semana mostrou que o disco da cantora é o mais popular do ano até o momento.
 
Rubin acredita que a emoção crua das músicas do álbum, inspirado pelo fim de um relacionamento, é o que faz com que as pessoas se identifiquem. "Ela realmente desnudou sua alma liricamente, e eu acho que é isso o que toca as pessoas --a verdade em suas letras e a paixão em como ela conta essa verdade".
 
O produtor, que já venceu o Grammy e trabalhou com artistas que vão de Jay-Z a Johnny Cash e Neil Diamond, atualmente tem outros grandes projetos, incluindo álbuns do Metallica, Linkin Park, Avett Brothers e Red Hot Chili Peppers.
 
Ele descreve o disco "I'm With You", do Chili Peppers, como algo que a banda nunca fez até hoje, apesar de ter inegavelmente o som do grupo. Rubin acredita que o motivo tenha sido a entrada do guitarrista Josh Klinghoffer, substituindo John Frusciante, e mudanças pessoais que os membros do grupos sofreram desde que lançaram seu último trabalho.
 
"Anthony Kiedis e Flea tiveram filhos durante o processo, então suas vidas mudaram bastante desde o último disco que fizemos, e por eles terem tirado essa folga, voltaram com muita fome e empolgação sobre o processo de fazer música outra vez", falou.
 
"Acho que é a primeira vez na carreira que eles tiram tanto tempo de folga, e eles já tocam juntos há 28 anos", afirmou. "É como se estivessem começando outra vez, porque eles estão com a dinâmica de uma banda nova".
Fonte:UOL

0 comentários: