Alexsom

Alexsom

GLASTONBURY 2017

CALENDAR JAZZ

MONTREUX ACADEMY 2017

Colour Me Free! - Joss Stone

Amy Winehouse Foundation

PLAYING FOR CHANGE

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Americana Diane Birch transforma rock britânico dos anos 80 em soul pop!

Nascida no começo dos anos 80, no Michigan, Diane Birch teve uma infância multicultural, vivendo um tempo no Zimbabue e em Sydney. Com essa visão para lá de eclética, Dianne começou a estudar piano aos sete anos de idade, pelo conhecido método Suzuki, porém, seus pais não gostavam da música moderna e foram recheando seus ouvidos de ópera, música erudita e música sacra (ela também cantou no coral da igreja).


Quando obteve certa independência, mudou-se para Los Angeles e começou a trabalhar como pianista; costumava tocar no Beverly Hotel e no L'Orangerie. Sempre atento a mulheres talentosas, Prince ouviu sua música em 2006 e a convidou imediatamente para fazer algo em conjunto.

Contudo, apesar disso, sua fama veio através do MySpace e em 2009, lançou seu primeiro disco, Bible Belt, que contou com participações de Lenny Kaye, Adam Blackstone, Cindy Blackman, George Porter e Tom "Bones" Malone.

 Nesse álbum, produzido por Steve Greenberg e Betty Wright, todas as composições eram de sua autoria e revelavam uma nova possibilidade de fusão à onda “neo soul”, presente no pop atual, pois ia muito além, fazendo citações de jazz, folk, blues e erudito e passando pelo pop total.

 Apesar de sua formação clássica, ela conseguiu seguir a trilha de nomes como Carole King, Laura Nyro e Elton John, que souberam misturar o pop com sua técnica erudita, trazendo um resultado original que exala o sabor pop palatável às grandes audiências.

Agora, revelando ainda mais sua pluralidade, lançou no final do ano passado, The Velveteen Age, uma coleção de clássicos britânicos dos anos 80, com “molho próprio”. Ela conta que foi uma adolescente gótica e essas canções eram algumas de suas prediletas, aquelas que costumava ouvir a todo volume no seu fone, esperando que isso mudasse sua vida; como mudou de fato! Catarse de alto nível, vale a pena conferir.
Diane Birch - The Velveteen Age
Ouça: This Corrosion (Sisters of Mercy) Kiss Them For Me (Siouxsie & The Banshees) Bring On The Dancing Horses (Echo & The Bunnymen) Atmosphere (Joy Division) Primary (The Cure) Tarantula (This Mortal Coil) A Strange Kind of Love (Peter Murphy)


Por Roberto Maia às 18h27 uol

0 comentários: