Festivais de Verão 2018

Festivais de Verão 2018

Alexsom

Alexsom

LOLLAPALOOZA BRASIL 2018

Coachella 2018

CALENDAR JAZZ

MONTREUX ACADEMY 2017

Colour Me Free! - Joss Stone

Amy Winehouse Foundation

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Noite brasileira é catalogada em exposição e blog de flyers

Xuxa no Gallery, casa que abriu em SP em 1979
(Foto: Dimas Schittini/Divulgação)




Lustres, vinis, fotografias, figurinos glamourosos, gravadores de rolo, baterias eletrônicas e até um cardápio de metal e um fliperama. Esses curiosos itens foram reunidos em uma grande e inédita exposição que começa nesta sexta-feira (1), em São Paulo, com o objetivo de contar um pouco a história da noite brasileira.

Com edição de conteúdo de Claudia Assef e curadoria de Leo Madeira, a mostra Sminorff@Nightlife reúne colaborações de 130 pessoas que ajudaram a organizar festas e promover a “ferveção” nacional desde os anos 1970. “Brincamos que criamos um monstro. Tivemos de filtrar o conteúdo por conta do espaço físico”, diz Amauri Fantato, responsável cultural do projeto.

A exposição ocupa dois andares do Castelinho, antiga casa paulistana da região central que nunca foi aberta ao público. No segundo piso há uma seleção de itens que vão de 1970 até os anos 2000, enquanto o térreo tem um lounge com pista de dança e bar, que também serve para exibir registros das épocas e documentários como “Eu, o vinil e o resto do mundo” e “Meu amigo Claudia”.
“Nos anos 70 era bacana se produzir, o chique era ser elegante. O Hi-Fi e o Alexander eram os principais drinks da época. Já nos anos 80 o dark quase sobrepôs o colorido do new wave, tinha casas como Madame Satã e Rose Bom Bom. Eram os primórdios da música eletrônica. Nos anos 90 tinha a B.A.S.E., o início da onda clubber e o boom dos DJs nacionais”, conta Fantato. “É uma exposição sobre a cultura da noite, principalmente”, resume.

O Sminorff@Nightlife é gratuito e ficará em exposição até o dia 17 de outubro.

Coleção de mil flyers


Outra ação que tem a proposta de contar a história da noite nacional, mas dessa vez na internet, é o site Convite da veia. Organizado pelo jornalista Rafael Silvestre, de 27 anos, a página, criada há um mês, reúne mais de 100 flyers (“filipetas”, no Rio) de festas marcantes de 1994 até os dias atuais.

“Escuto música eletrônica desde os 10 anos. Como não tinha idade para ir às baladas, eu pegava apenas os flyers na frente das festas”, brinca o jornalista, que criou recentemente no site uma seção de entrevistas com DJs marcantes da cena eletrônica tupiniquim.
Para realizar o blog, o jornalista precisou pesquisar a fundo o tempo de vida de cada festa, pois nos panfletos não se costumava registrar os anos, apenas os dias e meses de cada evento específico. A maior preciosidade da coleção de Silvestre, que tem mais de mil flyers, é o convite de aniversário de dois anos da Hell’s Club, festa icônica que nasceu em São Paulo há 16 anos.
“O site nasceu de uma coleção minha, mas a ideia é que qualquer pessoa mande seus flyers. Quero contar a história da música eletrônica brasileira a partir deles”, promete.

Exposição Sminorff@Nightlife
Onde: Avenida Brigadeiro Luis Antonio, 826 – Bela Vista (São Paulo)
Quando: De a 1 a 17 de outubro, das 17h à 0h
Classificação etária: 18 anos
Quanto: Gratuito
Fonte:G1

0 comentários: