Festivais de Verão 2018

Festivais de Verão 2018

Alexsom

Alexsom

LOLLAPALOOZA BRASIL 2018

Coachella 2018

CALENDAR JAZZ

MONTREUX ACADEMY 2017

Colour Me Free! - Joss Stone

Amy Winehouse Foundation

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Dicas de ganhadores do VMA para baixar na sua playlist!

A esperada esmagadora vitória de Lady Gaga já correu o mundo ao longo deste dia e mais um Video Music Awards da MTV entra para a história com performances corretas, em um ano marcado pelo renascimento da tietagem à moda antiga (não é mesmo, Justin Bieber?).
Nossa redação então decidiu rememorar os 26 anos de evento (que já foi apresentado pela Betty Midler, olha só) e pinçamos 5 grandes músicas que venceram a cereja do bolo da noite: o astronauta de prata de Melhor Vídeo do Ano, este que ontem mesmo foi para a estante de Lady Gaga pela versão visual do master-blockbuster-hit Bad Romance. Vamos lá, lembrando que é só clicar no nome da música para conferir o link no You Tube!

1- Sledgehammer - Peter Gabriel - O ex-vocal do Genesis (uma banda de rock que o seu pai deve adorar!) exibiu um excelente trabalho mais ligado ao pop durante os anos 80, culminando com o prêmio de Melhor Vídeo do Ano de 1987, cujo clipe muitos dizem ser o melhor da história do vídeo e que este editor concorda em gênero e grau. Impossível não se contagiar com as transformações em stop motion que refletem todo o balanço da música. Clássico!

2- This Note’s For You - Neil Young - Uma pérola perdida! Neil Young ganhou o Vídeo do Ano de 1989 (nós também não acreditamos) com um vídeo que critica ferozmente os artistas que cantam para comerciais, em especial a longa relação de Michael Jackson com a Pepsi. O vídeo foi banido da MTV, mas devido à alta rotação em outros canais, voltou à programação. Detalhe para a cena do cabelo do sósia de Michael pegando fogo (o episódio realmente aconteceu com o original).

3- Cryin’ - Aerosmith - A parceria Aerosmith & Alicia Silverstone (por onde anda?) rendeu dois clipes (Crazy é o outro) que até hoje mexem com o desejo de liberdade de toda menina legal que se preze! Chutar o namorado, pegar um conversível, fazer um piercing (!) e depois um bungee jump mandando ele “praquele lugar”? É o símbolo dos anos 90 e ganhou o VMA de 94.

4- Doo Wop (That Thing) - Lauryn Hill - O rap com refrão mais saboroso de todos os tempos já é um clássico dos tempos modernos e mora no disco único de Lauryn Hill (sem contar o fritado MTV Acústico duplo) de 1998, um ano antes do prêmio de Vídeo do Ano. Captando a essência da cultura negra através das décadas, o clipe condensa tudo o que esta rapper-cantora de voz maravilhosa representa: o negro livre. Poderoso!

5- Single Ladies (Put a Ring on It) - Beyoncé - O clipe definitivo da geração YouTube (imitado até pelos jogadores do Santos!) já pertence ao baú da cultura pop de onde vieram todos os outros acima, sem perder na genialidade. A idéia simples de uma coreografia poderosa em planos que se invertem é deliciosa e expõe o carisma de Beyoncé sem cortes. A música, para mim das mais abstratas que o pop já produziu, é mais um achado de The Dream, apesar de ainda não bater o milagre que é Umbrella.

Fonte:somnacaixablog

0 comentários: